foto-19

No momento da escolha de um novo membro da família, muitas pessoas me questionam qual sexo é melhor.  Escolher entre cães fêmeas ou machos é uma questão de preferência pessoal. Existem poucas diferenças entre os dois sexos e o mais importante é saber qual o perfil que mais se adapta a você.

Essa decisão é mais importante se você já tem um cachorro e está procurando outro. Se você já tem um macho ou uma fêmea, um cão do sexo oposto é geralmente a melhor escolha. Os cães do mesmo sexo são mais propensos a luta.

FÊMEAS:

- Entram no cio em uma média de 2 vezes ao ano, sendo normal até 1 vez ao ano. A Pipa (nossa beagle! :)), por exemplo, entra no cio de 8 em 8 meses. Isso significa que haverá um pouco de sangramento pela casa se ela não for castrada (se for apartamento….ui!).

- Neste período deverá haver cuidado no contato com machos para não haver acasalamentos indesejáveis.

- Fêmeas costumam ser mais manhosas e delicadas.

MACHOS:

- Em se tratando dos machos uma das questões que mais merece atenção é a demarcação de território. Sabe-se que os cachorros machos têm como instinto demarcar os locais com urina, e isso acontecerá tanto na rua, como na sua residência ou dos outros, caso ele não seja ensinado desde cedo a fazer as necessidades no local correto.

- São mais pesados e um pouco maiores;

- Costumam fugir de casa atrás de fêmeas no cio;

- Existe disputa territorial entre os machos.

O comportamento depende também da raça, temperamento e educação que se dá ao cão (se ele tem algum trauma na infância, fatalmente isso irá aparecer na fase adulta). Por isso, independente se o cachorro é macho ou fêmea, oferecendo carinho e amor durante todas as fases de sua vida, ambos tendem a ser ótimos cães de guarda e/ou de companhia; além do que você viverá em uma casa mais alegre!

 

About these ads